CONVIDADOS

Reguengos de Monsaraz

reguengos

A Cidade Europeia do Vinho nasceu de uma ideia por parte da RECEVIN – Rede Europeia de Cidades do Vinho, com vista a promover e desenvolver o turismo nas zonas vinícolas. Em 2012, a RECEVIN lançou a competição anual da Cidade Europeia do Vinho.

A RECEVIN assume as Cidades Europeias do Vinho como uma ferramenta de promoção e trabalho conjunto com diversos objectivos estipulados, nomeadamente, fomentar o enoturismo, desenvolver projectos, intercâmbio de experiências municipais, divulgar realidades e tendências, difundir as actividades dos territórios, entre outras. O apoio e a vontade em unir esforços são imprescindíveis para continuar a dar a conhecer as inquietudes e necessidades dos territórios do vinho e para reforçar a voz das cidades do vinho ao nível europeu.

Este prémio, atribuído pelo conselho da RECEVIN, representa uma oportunidade única para as cidades do vinho. A visibilidade adquirida por uma Cidade Europeia do Vinho impulsiona o desenvolvimento da riqueza, a diversidade e as características comuns da cultura do vinho no território a nível europeu, oferecendo uma melhor compreensão da paisagem, economia, gastronomia e património. Poderá atuar como impulsionador de uma maior compreensão entre os cidadãos da União Europeia.

A competição da Cidade Europeia do Vinho tem um sistema rotativo entre todos os países que fazem parte da RECEVIN.

Na actualidade, os países pertencentes à RECEVIN são: Áustria, França, Alemanha, Grécia, Hungria, Itália, Eslovénia, Espanha e Portugal.

Em 2012, o prémio de Cidade Europeia do Vinho foi atribuído a Palmela, pertencente à Península de Setúbal.

Fonte: Reguengos 2015 Cidade Europeia do Vinho

Website: hhttp://www.reguengos2015.pt/

TOP